10 armas de fogo que marcaram a história

5

Ame ou odeie, há um ponto comum: o mundo jamais seria o mesmo sem elas.

Durante eras o ser humano evoluiu, da construção física de seu corpo ao desenvolvimento de instrumentos que facilitassem sua vida cotidiana na caça, no preparo de alimentos; na arquitetura de suas moradias e em formas mais eficazes de mobilidade. Logicamente, a naturalidade evolutiva das coisas e costumes também contribuiu para o crescimento da população humana na Terra. E isso, por um prisma racional, tornou-se um grande problema.

Assim como na medicina o inchaço requer observação, com o impaciente crescimento populacional no planeta, hoje somos mais de 7 bilhões transitando num pálido ponto azul que orbita no Universo. Um rápido exame apresentaria: crenças distintas, hábitos diversos, egos (e lunatismos) exacerbados, e ideologias políticas extremamente polarizadas; bem contra mal, jogos de interesse e brigas por poder.

O diagnóstico? Talvez estejamos atravessando um grande cânion, suportando rajadas de vento, equilibrados numa corda bamba. O tratamento? Boas doses de cuidado, respeito, bom senso e conduta defensiva. Pode parecer controverso (e a afirmação a seguir é capaz de desencadear uma guerra), mas há quem diga que as armas são instrumentos de paz.

Vamos direto ao ponto?

Como famigeradas polêmicas, alguns amam, outros têm repulsa. Armas de fogo. Goste ou não, é indelével que armas de fogo têm lugar especial no hall de proezas tecnológicas realizadas pelo homem. Lembre-se: vivíamos em cavernas com lanças de pau e hoje pilotamos drones militares via controle remoto. Confessa, é uma tremenda (e fantástica) evolução, né?

Marcada por conflitos, demarcação de territórios, lutas supremacistas insanas, missões de paz e lados vencedores que conquistam o direito de escrever a história a seu modo, a humanidade jamais seria a mesma sem armas de fogo.

Conheça 10 armas de fogo que mudaram o mundo

 1. Canhão manual

10

Lá no século 14, muito antes de Samuel Colt desenvolver o primeiro revólver de tambor conhecido e utilizado até os dias de hoje, uma espécie de “canhão manual” ficou nasceu na China como o primeiro revólver da história. Ele consistia em um tubo cilíndrico que poderia ser portado como um foguete (de artifício). O municiamento era feito com chumbo e pólvora, e seu acendimento por meio de um estopim. Não é preciso dizer que a recarrega e disparo de um novo tiro em combate era pouco ágil.

2. Colt 45

1

“Abraham Lincoln tornou todos os homens livres, mas Samuel Colt os tornou iguais”. A frase alude à importância da Colt para um país de cultura bélica ancestral. Inventada em 1835, nos Estados Unidos, a Colt 45 é a base de todos os revólveres, tudo por conta de seu sistema de carregamento em cilindro removível (tambor), com capacidade para até 6 munições.

3. Pistola Glock 9mm

4

Muitos desconhecem, mas existem duas verdades por trás da Glock. Primeiro: não, a Glock não é UMA arma, mas sim a fabricante de vários modelos. Segundo (e mais interessante): antes de fabricar armas, a Glock era uma fábrica austríaca de trilhos para cortinas. Enfim, toda essa história para apresentar a Glock 9mm. Uma arma com grande aceitação em forças policiais. Entre suas principais características estão, sobretudo, a confiabilidade, simplicidade e velocidade nos disparos.

4. Espingarda pump

3

Não sabe o que é? Bom então vamos para a nomenclatura popular: “a 12, a calibre 12”. Apesar de apresentar modelos para calibres diferentes, a “12” é uma espingarda que é acionada a partir de uma alavanca abaixo do cano, sistema que lhe rendeu apelidos bem pejorativos (e inapropriados), por conta do movimento feito pelo operador antes do disparo. Lembra do exterminador do futuro preparando sua pump com uma mão só no filme? Então! Clac, clac… BOOM.

5. Rifle Winchester 44

9

Já que entramos no mundo das armas longas, que tal a preferida dos rednecks? Conhecida como “a arma que conquistou o Oeste”, a Winchester 44 tem como maior característica sua alavanca de acionamento logo atrás do gatilho, permitindo ao carabineiro realizar diversos disparos antes de ter de realizar a recarga do armamento. É ou não é um rifle de repetição austero e cobiçado? Até quem não gosta muito de armas adoraria ter um pendurado na parede.

6. Lança míssil Javelin anti-tanque

5

Que tal um pouco mais de poder de destruição nas mãos? Os mísseis anti-tanque Javelin foram um verdadeiro soco no estômago do ditador Saddam Hussein, durante a ocupação estadunidense no Iraque. Seu sistema permite que soldados em terra lancem poderosos mísseis com precisão e facilidade, destruindo carros de combate, bunkers e pequenos prédios. Os Javelin possuem dois estágios de propulsão para lançamento, no primeiro o míssil é expelido do lançador; após voar por um segundo ele se aciona automaticamente, sendo guiado até o alvo.

7. Metralhadora Gatling

2

Criada no século 19 e muito utilizada em cenários da Guerra Civil dos Estados Unidos, a metralhadora Gatling possui sistema tão eficaz que sua tecnologia foi aprimorada e ainda hoje é considerada uma das armas mais potentes no campo de batalha. É a famosa metralhadora de cano giratório que funcionava à manivela, podendo disparar 700 vezes por minuto, de acordo com a velocidade que o operador aplicava o movimento. Atualmente esse monstro bélico é automático e cospe uma quantidade de 50 tiros por segundo. Talvez venha da Gatling a expressão “metralhadora giratória”.

8. Submetralhadora Tommy Gun

8

A melhor forma de transportar esse clássico é, certamente, dentro de um sobretudo. Popular entre gangsters e policiais dos anos 20-30, a submetralhadora Thompson ganhou notoriedade nas mãos de protagonistas do crime como Al Capone, e nas releituras de filmes sobre inimigos públicos no século passado, nos Estados Unidos. Além da grande velocidade em seus disparos, a carinhosamente chamada Tommy Gun é inconfundível por sua ergonomia e utilização de madeira em sua construção, bem como por seu carregador em formato redondo.

9. Fuzil M16

6

Agora vamos entrar numa Guerra Fria bélica, e talvez você só entenda isso olhando este e o próximo fuzil da nossa lista. O M-16 foi a alternativa estadunidense para combater os vietcongs (que também possuíam um belo fuzil de assalto), na Guerra do Vietnã. “Irmão” do fuzil AR-15, o M-16 permite, em alguns de seus modelos, efetuar cerca de 900 disparos por minuto. O problema principal desse lendário fuzil ianque são os travamentos e as dificuldades de limpeza, já que seu concorrente (veja a seguir), era simplório e eficaz.

10. Fuzil AK-47

7

Não seria exagero afirmar que o fuzil inventado na União Soviética, em 1947, por Mikhail Kalashnikov, o AK-47, seja uma das armas mais cultuadas do mundo. O modelo se popularizou por sua extrema facilidade de manuseio, sendo utilizado para armar qualquer pessoa com rapidez. O AK-47 é quase uma entidade, estando inclusive estampado no símbolo maior de uma nação africana, a bandeira de Moçambique. É um equipamento encontrado tanto ao lado dos que defendem a lei, quanto milícias, grupos terroristas e criminosos. Atira no meio da lama, na água, não trava. Só não atira sozinho, e se o fizesse, não seria o fuzil mais querido (ou não), do planeta.

Como já dissemos, armas são controversas e, por isso, muito interessantes. Elas contam a história de guerras, são utilizadas para a manutenção da ordem e também ilustram telas do cinema – literalmente roubando a cena e dando ainda mais vida a seus personagens. Vale lembrar que este não é um ranking de armas, mas sim um pequeno resgate histórico e informativo quanto à importância desses equipamentos na história do homem.

E aí? Sua arma favorita está na lista? Então complemente as informações sobre ela nos comentários. Caso seu “brinquedinho” preferido não esteja aqui, diga qual é, podemos engatilha-lo para uma próxima postagem no blog.

Invictus

Esse espaço pertence àqueles que buscam conhecer o próprio instinto, àqueles que treinam sem temer ou subestimar o desconhecido; aos que perseguem sonhos com pés firmes no chão, aos que buscam no preparo físico e mental a melhor maneira de viver em equilíbrio e autocontrole. Aqui você vai encontrar todas as novidades do mercado tático, militar e outdoor, no Brasil e no mundo.

0 comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.