Conheça o sistema MOLLE

Molle

Tecnologia de combate se consolidou nos melhores  equipamentos táticos do mundo

Uma tecnologia que nasceu da necessidade de otimizar missões e ampliar o poder de ação do combatente no campo de batalha. Desenvolvido pelas Forças Armadas dos Estados Unidos, hoje o sistema MOLLE está presente nas melhores bases táticas. Seja nas jornadas de alta complexidade em zonas de conflito, como nos recentes ataques terroristas a Paris e ocupações na Síria, ou em atividades outdoor que cultuam o sobrevivencialismo.

Mas afinal, o que é MOLLE? Na verdade pronuncia-se “Moli”. É a sigla para Modular Light-weight Load-carrying Equipment. Ok, vamos falar no mais claro e didático português. MOLLE significa “Sistema Modular de Transporte Leve”. Você vai descobrir agora que não apenas os combatentes, mas agentes de segurança pública fazem dessa ferramenta um aliado em operações ostensivas do dia a dia e na repressão ao crime; além disso, pessoas comuns também o utilizam em acampamentos e trilhas mais puxadas em todo o mundo.

Um pouco de história

Lançado em 1997, o MOLLE só passou a ser mais conhecido após os ataques de 11 de setembro e posteriores missões estadunidenses no Afeganistão e Iraque.

Tecnicamente, o MOLLE veio para substituir as mochilas, fardamento e cinturões que possuem o sistema “ALICE”. O antigo método consistia em ilhoses cravados em tiras. Nesses pequenos buracos os soldados prendiam seus cantis e demais acessórios.  Acontece que, com a locomoção – e também porque os artefatos ficavam pendurados e ruins de carregar – muitos materiais se desprendiam e acabavam perdidos, gerando custo e deixando um rastro para o inimigo. Isso sem falar no fator de sobrevivência que um cantil ou faca, por exemplo, podem representar na hora do combate.

 

Aqui também fica a dica de bons filmes de guerra como: Platoon, Nascido para matar e Apocalipse now. Nesses clássicos você vai ver as mochilonas cheias de penduricalhos. Não é de se espantar que, além de morteiros que não explodiram, seja comum também encontrar equipamentos militares perdidos em países do Sudeste Asiático como Camboja, Laos e, claro, o Vietnã, durante a guerra dos Yankees contra os Vietcongues.

 

01 (2)

02 (2)

Acima o Exército dos E.U.A em combate no Vietnã. Se já estivessem usando o sistema MOLLE, como na foto abaixo (Iraque), não deixariam equipamentos para trás.

 

O sistema

Desenvolvido com medidas universais, o sistema PALS (Pouch Attachment Ladder System), é o aliado que permite a funcionalidade perfeita do Sistema Modular de Transporte Leve (MOLLE).

Em bom português, a sigla PALS significa “Sistema Escalonado de Fixação de Bolsos”. São as costuras com espaços preestabelecidos para fixação de novos módulos por meio de fitas de entrelace. Sabe quando você vê aqueles coletes robustos, cheios de bolsos, funcionalidades e compartimentos que deixam o militar ainda mais imponente? É isso, o MOLLE é o conjunto da obra.

Para o encaixe desses bolsos às bases, que literalmente “vão pra guerra”, um conjunto de tiras horizontais de nylon ultra resistente, com uma polegada de largura (2,54cm), é fixado no material e costurado entrecruzado, deixando espaços de 3,8cm para que os assessórios possam ser encaixados e trançados na vertical.

Portanto, sejam lá quais forem os fabricantes das bases e bolsos, tudo se encaixará com firmeza e segurança. Por exemplo: uma mochila INVICTUS e um bolso de uma marca importada vão se encaixar de forma simples e prática como se tivessem praticamente nascido juntas.

Foto 2

Por estarem entrelaçados, base e bolso se mantêm firmes para encarar quaisquer jornadas.

 

Usos

O sistema MOLLE permite ao agente de segurança uma infinidade de configurações na hora de ir à luta. É preciso conhecer a missão e os cenários, traçar a estratégia e se equipar com os módulos apropriados. Estar devidamente fardado utilizando o MOLLE é essencial para soldados de linha de frente, policiais em suas rotinas, agentes de resgate (paramédicos), e praticantes de atividades outdoor.

É possível transportar bolsos de diversos tamanhos, refis de hidratação, kit primeiros socorros, coldres e bainhas para armas e ferramentas; além de porta-rádio comunicador e celular, cantil, trena e bastões de caminhada.

Montar as bases (coletes, mochilas, cintos e calças), e proceder alterações durante a própria missão é muito fácil. A tecnologia permite ao operador escolher, por exemplo, posicionamentos que facilitem a locomoção e abordagem para destros ou canhotos.

Foto 3

O sistema MOLLE tem tudo a ver com a INVICTUS, tá sempre PRONTO PRA TUDO.

 

Vantagens

Com módulos presos ao corpo garantindo total firmeza, o combatente não sente o contra peso de um equipamento que fica balançando, comprometendo o equilíbrio e o sucesso na missão. O sistema MOLLE é essencial para situações que exigem muito movimento e rapidez, como nos momentos em que é necessário sacar algum instrumento com agilidade.

Seja numa calça, mochila, cinto ou colete, o MOLLE garante a customização que evita sobrecarga, adequando-se a jornadas específicas com muita facilidade.

 

E aí guerreiro, pensou que era MOLLEza?

Siga as dicas INVICTUS e esteja PRONTO PRA TUDO.

Invictus

Esse espaço pertence àqueles que buscam conhecer o próprio instinto, àqueles que treinam sem temer ou subestimar o desconhecido; aos que perseguem sonhos com pés firmes no chão, aos que buscam no preparo físico e mental a melhor maneira de viver em equilíbrio e autocontrole. Aqui você vai encontrar todas as novidades do mercado tático, militar e outdoor, no Brasil e no mundo.

0 comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.